terça-feira, 12 de março de 2013

O nosso futuro


O futuro, algo que muitos temem, algos que muitos esperam, algo que alguma hora virá para a maioria.
O que esperar do futuro? O que querer dele? Será que a vida será justa conosco? O que mais importa agora é viver o presente e se dedicar para sermos justos com nós mesmos, para nós sermos justos com a nossa própria vida.
O que você queria fazer quando era criança? Professor? Astronauta? Bombeiro? Veterinário? Explorador? Eu queria ser exploradora, astronauta, veterinária e de tudo um pouco. Me lembro da minha infância correndo nas florestas e pulando em árvores, explorando. Me lembro que eu cuidava dos meus bichinhos de pelúcia e os amava como se fossem irmãos. Me lembro dos meus desenhos de foguetes indo para a lua ou de alguém sobrevoando as estrelas. Você se lembra do que queria fazer? Do que queria ser? E agora, o que quer ser?
Uma criança é inocente demais para pensar no dinheiro, elas queriam ser o que elas gostavam, não o que poderia lhes trazer mais dinheiro. Nós sonhávamos com tantas coisas, o que aconteceu com nossos sonhos? Entrou para a realidade? Mas que realidade? Quem disse que ainda não pode ser bombeiro, astronauta, explorador ou até um grande escritor? Eu ainda quero ser, eu vou ser! A realidade não está naquilo que te traz mais dinheiro, isso não é a realidade, sonhar, viver, a felicidade também é a realidade. Muitas pessoas que estão fazendo faculdades de medicina, direito, entre outras, sempre quiseram fazer outra coisa, uma coisa que elas realmente gostavam, que elas realmente queriam. 
O dinheiro? De que adianta receber tanto dinheiro, quase se torturando em um emprego que não gosta? Você pode ser feliz trabalhando também, fazendo o que gosta. Se você se esforçar, se dedicar e sempre tentar outra vez, obterá sucesso seja lá a carreira que você escolher. Já pensou? Receber dinheiro por fazer algo que você gosta, estar feliz no trabalho, isso é um verdadeiro sonho. 
Você já disse pra alguém que queria fazer uma coisa e eles falaram que não dá muito dinheiro? Bobagem! Além de nada mais ser valioso do que trabalhar com amor, qualquer coisa bem feita pode dar dinheiro. Muitas profissões surgiram com o passar do tempo, e muitas foram criadas por alguém que tinha coragem e vontade de fazer o que gosta, não importasse o que os outros pensassem, ele ia fazer o que quisesse, o que ele gostava, e hoje, se tornou uma profissão conhecida. Já parou pra pensar nisso? Tudo tem um começo, com esforço e dedicação podemos ir à qualquer lugar.
Eu quero viajar o mundo, quero fazer oceanografia e explorar os mares, também quero ser astronautas, estudar as estrelas e os planetas e algum dia, sonhar em ir para a lua, tocar o céu. Somos sonhadores, temos que sonhar, não podemos ser um projeto de gente criado pela sociedade, engravatados de trás de uma mesa, com uma expressão carrancuda, bolso cheio, coração vazio. 
O que eu quero dizer é que temos que sonhar, temos que tentar, fazer o que gostamos, correr atrás, não importa o dinheiro, não importa nada, o que importa é que se fizermos o que gostamos nunca teremos que "trabalhar" de verdade, podemos amar, nos divertir, sorrir, viver e ao mesmo tempo trabalhar, o futuro está aí, ele nos espera, não devemos ter medo dele e nem ficar esperando demais, devemos deixar o tempo passar e as vezes parar para pensar nele, enquanto isso, vamos nos decidindo, vivendo o presente e aproveitando as oportunidades e caminhos que a vida nos dá.

- Tauane Vassoler




0 comentários:

Postar um comentário