sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Jane Austen of the Week - Que personagem dos livros da Jane Austen você é?

 Eu acesso vários sites sobre Jane Austen, pra ficar sabendo das novidades e tudo que eu possa saber sobre o fantástico mundo Austeniano (eu inventei o nome haha), esses dias encontrei um site que fazia um teste para ver qual personagem dos livros da Jane você é, eu respondi sinceramente, sempre me identifiquei mais com Elizabeth Bennet, então, obviamente, caiu nela.
 Caso alguém conheça os personagens do mundo da Jane Austen, pode fazer o teste AQUI, caso não entenda bem inglês, o bom e velho tradutor pode te ajudar, mas são coisas bem simples de serem entendidas.
 Eu adoro fazer testes, adoro me identificar com personagens, quando alguém diz "esse personagem parece com você" e você concorda, é bom, pois você pode descobrir mais sobre você mesmo quando sabe sobre ele, como por exemplo, vi várias atitudes da Elizabeth Bennet que espelham em mim, como minha amiga que está lendo Orgulho e Preconceito diz: "Você é muito a Lizzie!". Eu adoro identificar personalidades, adoro observar como os outros são, entender seus conceitos, observar suas atitudes, muitas vezes não tenho essa capacidade de observar a mim mesma, mas quando vejo um personagem super parecido comigo, consigo me entender até melhor.

 Eu até tinha falado sobre a Elizabeth Bennet no post de personagens que me identifico. Bem, desde que conheço Orgulho e Preconceito me identifico com ela, mas quando li o livro de novo esse ano, vi que eu estava me tornando mais ainda uma Elizabeth Bennet. Quando eu era criança, eu estava mais para Margareth Dashwood, porém as pessoas vão amadurecendo e se caso eu tiver mesmo a personalidade de Elizabeth, eu ficarei muito satisfeita, pois eu a admiro por sua sensatez e inteligência. 
 Elizabeth é mais madura do que eu, quero dizer, ela é mais sensata, enquanto eu, muitas vezes, sou impetuosa, mas como minha mãe diz "É coisa de adolescente!". Tenho vários e inúmeros motivos para me ver na Elizabeth. Uma das coisas é sua perspectiva, suas conclusões precipitadas, a maneira de observar as coisas e o mundo, ela tem facilidade em compreender as pessoas, um certo tipo de inteligência interpessoal que considero ter. Nossas conclusões precipitadas nem sempre podem estar certas, as vezes julgamos até sem querer, mas ambas gostamos de ter a razão, ambas teimosas. Essa facilidade de compreender as pessoas, vem da observação, em pouco tempo posso descobrir muito de uma pessoa, apenas observando o que ela faz, fala e como age. Uma coisa que eu gosto muito na Lizzie é que ela é apaixonada por caminhadas pela natureza e um bom livro, ora, de quem estamos falando agora? haha Minha impetuosidade me faz expor sempre minha opinião, quando não aceito, não consigo ficar de boca calada, mesmo que elas machuquem. Voltando ao assunto de precipitação, entra a intuição, sou totalmente intuitiva, confio em minhas intuições, reflito sobre elas, mas parece que elas dão sempre certo, confio muito em mim e em meus pensamentos. Sou uma pessoa bem humorada, sou espontânea e extrovertida, faço piada, dou muitas risadas, adoro uma boa conversa, uma conversa produtiva, porém, como todo o ser humano, tenho dias muito tristes e melancólicos, que são resultado da mesmice, da rotina, eu gosto de aventuras e novidades, detesto sentir tédio! Como disse, tenho uma perspectiva muito parecida com a da Lizzie, do mundo e das pessoas, aquele espírito de independência de achar que não precisa de ninguém e pode fazer tudo sozinho. Mesmo que muitas vezes eu tente esconder, sou bem emotivo, exponho minhas emoções, minha felicidade, minha tristeza, elas não são exageradas, mas infelizmente, são visíveis. Uma coisa da Lizzie que não gosto em mim é um certo tipo de precipitação. Somos otimistas também, quando quero alguma coisa, sou persistente e determinada, o que me faz mover muitos obstáculos, e nada me impede, minha impetuosidade não me deixa, detesto ser controlada, detesto ser manipulada, isso não funciona comigo, preciso fazer as coisas da minha maneira, do meu gosto, sou muito melhor em manipular do que em ser manipulada, mesmo odiando manipular as pessoas, as vezes me pego tentando o fazer. Agora, se tem algo que eu gosto que predomina nossas personalidades é a nossa vasta imaginação e criatividade, e também, o idealismo, o idealismo é uma das características mais marcantes minha. Gostamos de inovar, somos teimosas, precipitadas, intuitivas, idealistas, criativas, emotivas, impetuosas, imaginativas, extrovertidas e sinceras. Lizzie é com certeza um dos personagens que mais se encaixam comigo, ela me ajudou, pois esse jeito sensato de ser, parecia que me transformava em uma pessoa chata, mas aí vi que a Lizzie é uma pessoa sensata e maravilhosa, extrovertida, e assim pensei que pra você ser alguém divertido, não precisa ser um bobo da corte.
 Bom, agora chega de falar sobre mim e minhas comparações, qual personagem deu pra vocês? Por que se identificam com eles? 

Música:

0 comentários:

Postar um comentário