quarta-feira, 14 de maio de 2014

Eu vi um Homem

Eu vi um homem
com retalhos em sua face
e dobraduras em sua alma -
Com uma garrafa de wisky
repleta de lágrimas.

Eu vi um homem
que misturava cinzas
com o azul do mar -
Navegando às cinzas - em línguas estrangeiras,
ele pôs-se a cantar.

Eu vi um homem
que arrumava os botões
das árvores secas -
Das folhas que caiam,
costurava seus borrões.

Eu vi um homem
que almejava uma veda
para colocá-la em sua ferida -
Em seus joelhos ralados -
De sua pele despida.

Eu vi um homem
que falava com os olhos -
Vi ele cantando pelos ouvidos,
Para os que ouviam,
sua triste canção - sentiam.

Eu vi um homem
Não muito jovem
De mãos esticadas
Para o céu extinto
Seguindo seu instinto

Até o fim do mundo.

0 comentários:

Postar um comentário